terça-feira, fevereiro 27, 2007

hoje sonhei assim...




tal e qual...

era aqui que estávamos eu e a sue e ela não queria tirar fotos, porque ia-mos voltar na semana seguinte?!?!?

vá-se lá saber porquê... diz que os sonhos são a porta para o inconsciente... acho que o meu me estava a tentar dizer que... preciso de férias... num sítio assim... acompanhada de um...

fotógrafo

deve ser isto está explicado!!!

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

;)))


mi... mi... micoli

para a semana estou com fé no

Ninja... no nosso Ninja
está habituado a temperaturas adversas

fenomenos...

tenho observado um fenómeno interessante em vários pontos de portugal
(que isto de andar a correr portugal de lés a lés tem que se lhe diga)...
o novo local eleito para estacionar os carros é...
dentro das rotundas...
sim, é mesmo isto não me enganei...
a pessoa entra da rotunda encosta o carro e...
já está que belo sítio para estacionar!

com a falta de parques de estacionamentos em lisboa,
o marquês parece-me ser uma boa alternativa


why not?!?

terça-feira, fevereiro 13, 2007

espalhanços


espalha amor, espalha magia, espalha brasas, espalha...





AMOR E SEXO
(Rita Lee / Roberto de Carvalho / Arnaldo Jabor)

Amor é um livro - Sexo é esporte
Sexo é escolha - Amor é sorte
Amor é pensamento, teorema
Amor é novela
Sexo é cinema
Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa - Sexo é poesia
O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos
Amor é cristão - Sexo é pagão
Amor é latifúndio - Sexo é invasão
Amor é divino - Sexo é animal
Amor é bossa nova - Sexo é carnaval
Amor é para sempre - Sexo também
Sexo é do bom - Amor é do bem
Amor sem sexo é amizade
Sexo sem amor é vontade
Amor é um - Sexo é dois
Sexo antes - Amor depois
Sexo vem dos outros e vai embora
Amor vem de nós e demora

14 fev 2007

Álvaro Cunhal ou Salazar?

Xissa...eu vou mas é votar num concurso paralelo que por aí anda e eleger as ALHEIRAS DE MIRANDELA!!

morninho...

depois do resultado do referendo... resultado que já aguardava desde 1998!
percebi que fico irritada com o facto de vivermos num pais morninho
basicamente toda a gente refila, se insurge com o que quer que seja, mas dificilmente alguém toma alguma posição ou exerce os seus direitos... porque dá trabalho, é uma chatice, obriga uma pessoa a mexer-se... uma massada!
da outra vez verificou-se uma abstenção de 70% porque estava calor e as pessoas foram para a praia, desta vez foram só 60% porque estava a chover e um certo frio e assim levantar o c.. do sofá e exercer um direito (e dever) cívico podia dar direito a constipação...
os outros que resolvam!
acho que em eleições vindouras o parlamento (será que é o parlamento que convoca as eleições??? comissão nacional de eleições??? não tenho a certeza) deverá ter em consideração as condições metereológicas do dia! nada de muito calor, nem muito frio, muito menos chuva... o ideal é ser um dia de março também pode ser o fim de outubro,mas não muito perto do feriado senão voltamos a ter problemas... tem que ser um dia morninho! para que não haja desculpas para não se votar!
acho vergonhoso que num país que se une e mobiliza da maneira que o fez, para apoiar a nossa selecção em 2004 e 2006, não faça o mesmo quando é chamado a decidir questões que dizem respeito ao seu futuro...
inflamamo-nos com coisas fundamentais na nossa existência enquanto nação, como o futebol mas somos morninhos ou chutamos para canto quando temos que nos pronunciar em questões de saúde pública, como neste caso...

comentários...




por motivo de força maior, vejo-me forçada, mais uma vez (nem tanto assim visto que nasci no mesmo dia do salazar, mussolini e sadam hussein... ah! e que o ricardo araújo pereira ;) ) a recorrer à censura!

mas desta vez mais a sério... e passo a introduzir regras aos comentários!


regra 1 : não vou aceitar comentários anónimos a menos que façam sentido, isto é comentários provocatórios até posso aceitar... comentários ursos, nem por isso!


regra 2 : ???


não preciso de mais nenhuma regra... a partir de agora comentários de pessoas não identificadas serão sugeitas ao lapis laranja da censura (o meu!!!)


tenho dito...

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

sintonias...


o meu computador está a crushar
como é que vou conseguir aguentar sem ele
enquanto vai à alemanha e volta... curado!

a minha crença na raça humana
está no mesmo estado
será que tem cura?!?

oldie...

música: barry white


cenas da série ally mc beal continua a dar na fox life

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

detesto...


quando substimam a minha inteligência

terça-feira, fevereiro 06, 2007

definitivamente... SIM


... pelo direito da criança de ser amada e desejada, acima de todas as coisas, pela mulher a partir do momento em que se começa a sentir mãe...

... pelo direito da mulher viver o tempo de maternidade plena de alegria e de desejo...
... pela segurança e bem-estar das mulheres que não se sentem mãe (do embrião/feto) apesar de grávidas...

acredito que uma mulher que se sente mãe, que sente que transporta o seu filho na barriga ou no seu imaginário não interrompe a sua gravidez...

não me tem sido fácil assistir aos debates sobre o referendo da despenalização interrupção voluntária da gravidez...
confundem-se conceitos, extremam-se posições, atiram-se culpas, impõem-se lógicas, manipulam-se dados!!!

a minha posição está decidida há muito mas coloquei em causa alguns pré-conceitos, quis perguntar coisas sobre as quais não tinha certeza, repensei a minha posição...

mas apesar disso cheguei à mesma conclusão

sim sou a favor da despenalização da interrupção voluntária da gravidez até às 10 semanas a pedido da mulher em estabelecimento de saúde autorizado...

mais leituras!!!





parte do que faço tem ver com ajudar crianças a aprender a ler...
lerem-se a elas, lerem os outros, lerem o espaço em volta, lerem os sentimentos, lerem as regras intrinsecas às relações humanas...
para que depois possam perceber as regras inerentes à leitura e se permitam a ler o que alguém escreveu sem medo de descodificar a mensagem!


já não me lembro do tempo em que não sabia ler... mas já lia nos meus pais a importância de conseguir descodificar aqueles simbolos pequeninos cheios de curvas e contra-curvas, rectas e espaços vazios dos quais gostavam tanto...


se era importante para eles para mim também seria... e tem sido!
lembro-me de me oferecerem livros e primeiro me contarem as histórias que lá vinham, lembro-me de desejar fazê-lo sózinha, lembro-me do inicio... ler as letras uma a uma e fazerem sentido só por si, depois de as colocar de mãos dadas e ganharem novos significados cada vez mais diversos, complexos e profundos...


lembro-me de ter sempre a segurança necessária para explorar mais e mais a leitura sem medo da mensagem...


lembro-me de escrever numa composição sobre "o que queres ser quando fores grande?" que queria ser um pássaro que um dia fugia da gaiola da casa da família onde morava e ia explorar o mundo, mas depois voltava por que tinha saudades... lembro-me do o ler para a professora e não ser ser exactamente essa a resposta que ela queria para esta pergunta... lembro-me que os meus colegas quando fossem grandes queriam ser médico, advogados, bombeiros ou polícias, nem mais um quis ser pássaro como eu... lembro-me de ter suficiente por causa de abusar da liberdade artistica, "muito bem porque está sem erros, mas a ideia..."


terá sido, talvez, esta a primeira vez em que me apercebi que para pessoas diferentes a mesma mensagem tem significados dispares...


um sorriso, um olhar, uma palavra, um gesto, um beijo, um abraço podem ter as mais diversas interpretações, significados, sentidos consoante quem os dá e quem os recebe...


há dias em que me sinto uma perfeita analfabeta das pessoas, das situações, das coisas que acontecem

das páginas brancas... dos outros...


la page blanche rené magritte



mas felizmente há dias que não!!!

domingo, fevereiro 04, 2007

leituras...








nas coisas que a gente lê
quase sempre o mais bonito
surge a quem consegue ler
pr'além do que está lá escrito

adaptação de antónio aleixo

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

enganos...

m.c. escher


a vida é feita de enganos...
já não sei se sou eu que me deixo enganar (por engano)
ou se vivo enganada...
há enganos que sabem bem,
outros que deixam um travo amargo na boca
enganos que sabem a pouco...
terá sido isso... agora penso... é provável
não passou de um LaMenTÁvEl engano

...

...

...

...

...

...
cansada de enganos
espero pelo próximo
ou estarei enganada!!!