quarta-feira, julho 25, 2007

parabéns!!!

à minha mana que acabou a sua licenciatura...

agora é, oficialmente, uma senhora enfermeira!!!


desejo-te tudo dji baum... sabes bem!!!

terça-feira, julho 24, 2007

se...

... eu não tivesse deixado de fumar!!!

nestas últimas semanas teria aumentado drásticamente o meu consumo tabágico.



pois é, já lá vão quase 3 meses e o stress tem sido mais que muito, mas...

continuo a aguentar-me firme e hirta ;)

tenho andado assim...



... infelizmente a causa não tem sido a falta de cigarros...


antes fosse!!!

Gracias Tézinha (c/ Pronuncia cubanitaaa sff :P)

Uma vez mais ganhaste a minha admiração… Uma vez mais conquistaste um pouquinho de mim…
Para a menina que me dá lições constantes e que está sempre do meu lado no matter what… um grande beijo e um muito obrigado pelo convite para o Delta Tejo. Ali no Alto da Ajuda (e com a ajuda da Teresa J) passei mais um momento grande de pura vida. Amigos, concertos, copos (o passe vip deu jeito… aquelas caipirinhas e morangoskas tavam boas boas boas), bom ambiente.

Meninos e meninas não pensem nunca duas vezes nestas alturas. Soltem-se, não pensem em trabalho, não pensem em problemas… Vão e divirtam-se… ah porque é caro, ah porque é isto, ah porque é a um domingo… Eu digo, ah porque foi TOPO!!!
E se há coisa que me sabe bem, é relembrar momentos com músicas que me marcam. Delta Tejo rima com “El Kilo”.

Para a Teresa eu canto:

“Mentira no, tíralo, pásalo písalo, asereo Se te olvido,

que el kilo no tieneVuelto no, asereo”

segunda-feira, julho 23, 2007

terça-feira, julho 17, 2007

Um dia no campo...










NY City Conversation Guide...

Para as minhas amigas viajantes, aqui fica uma ajudinha para se entenderem em NY:

Nos restaurantes:
Se quiserem uma coca-cola digam: "Guimi a couque"
Se quiserem uma cerveja digam: "Guimi a biar"
Se quiserem um bife digam: "Guimi a steique"

Nos transportes:
Se precisarem saber onde é a estação de Metro: "Uére ise a sábuei steichon?"
Se não conseguirem arranjar um taxi digam: "Au tu guéte a québe?"

Se perderem o passaporte digam a um polícia: "Ai lóste mai peipers!"
Se se perderem na cidade, gritem: "Ai éme fókin lóste!!!"

Se estas instruções não vos servirem de muito: "Uót da fok du iuónte?" ;)

Eve a gude ctei dére!

segunda-feira, julho 16, 2007

quinta-feira, julho 12, 2007

terça-feira, julho 10, 2007

Reduzir, Reutilizar, Reciclar...

Vamos todos aprender a reciclar com a Associação Portuguesa de Jovens Naturistas!

ver aqui

segunda-feira, julho 09, 2007

y ikatu xingu parte II



pois é, afinal havia mais sobre o projecto "y ikatu xingu" para vos contar, para além de porém lá o barquito a navegar com o vosso nominho, também podem comprar umas lindas sandálias e uma percentagem reverte a favor do projecto.
são tipo "havaianas" e o design é inspirado nas pinturas corporais dos índios que vivem na margem do rio xingu, o que as torna diferentes, especiais, amigas do ambiente, da amazónia, logo da humanidade, nossas amigas ;)...
ah! também são muito fashion, na verdade... lindas de morrer!!!
...e é a amiga giselle que faz o spot publicitário.

queres ser igual à giselle bündchen?!?

não me estou propriamente a referir ao aspecto físico (se tivesse o segredo guardava para mim ;) ), nem quero que ninguém se comece a atirar ao kelly slatter (acho que fazem um casalinho bonito)...

mas há uma coisa que podem fazer igual a ela colaborar numa campanha de responsabilidade socio ambiental


"y ikatu xingu" salvem a água boa do xingu

"Xingu é signo de rio grande, de índio e floresta, uma referência da diversidade biológica e cultural do nosso país. Ele nasce nos terrenos cristalinos do Planalto Central, atravessa o estado do Mato Grosso e do Pará, e deságua no Rio Amazonas. São mais de 51 milhões de hectares de extensão."

ver mais neste site

isto é o xingu... parece-me que écoisa para valer a pena salvar!!! nunca se sabe se um dia não vais querer passar por lá, convinha que não estivesse assim muito diferente ;)
Foto do mesmo site

aproveitem para lançar um barquinho como vosso nome, essa é a parte mais engraçada e terão pela frente a dificil tarefa de escolher em que estado gostariam de chamar vosso, caso fossem brasileiros...


descobri recentemente que há um fenomeno curioso nos sites brasileiros, são só para brasileiros ou residentes no brasil,porque temos sempre que dizer o estado e o cep (imagino que o código postal deles) senão não aceitam a tua inscrição...
também há a possibilidade de conseguires enganar o computador e assim o assunto resolve-se, basta saber contar e um bocadito de geografia ;)

heranças...

hoje chegada ao meu gabinete, de mais uma "reuniãozinha" encontro um novo objecto de decoração...
muito familiar por sinal que me fez recordar a infância. em pequena (6/7 anos) quando ía ao local de trabalho do meu pai adorava brincar com um pagagio embalsamado que ele tinha no gabinete. dizia-me sempre para não mexer que ainda estragava o papagaio. eu fazia-lhe festinhas, gostava das penas, das suas cores, não compreendia o porquê da proibição,
- afinal festinhas não estraga!... mas lá lhe fazia a vontade.
o meu pai está reformado e hoje em dia uma parte da minha actividade laboral é desenvolvida no seu antigo local de trabalho...
tenho um gabinete só meu... que logo a seguir à reforma do meu pai foi partilhado com ele. até era engraçado partilhar o meu espaço com o dr. mota ;)
acho que resolveram antecipar a minha herança ou se calhar acham que me sinto muito solitária no gabinete... por isso trouxeram-me o papagaio!!!

Toca a poupar energia...

"Quando o monitor está todo branco (uma página de Word, por exemplo), o computador consome cerca de 74 watts. Quando está todo preto, utiliza, em média 59 watts.

Partindo deste princípio, há uns meses atrás, Mark Ontkush escreveu um artigo sobre a economia que poderia ser feita se a página do google possuísse um fundo preto em vez de branco. Levando em conta a altissima popularidade do site, seriam economizados, segundo os cálculos de Mark, cerca de 750 megawatts/hora por ano.

Em resposta ao post, o Google criou uma versão toda escura do seu search engine chamada Blackle.com, que funciona exactamente igual à versão original mas consome menos energia."

domingo, julho 08, 2007

sex and the city #16

My Zen teacher also said the only way to true happiness is to live in the moment and not be worried about the future.

Carrie

words of wisdom

sábado, julho 07, 2007

diz que é um dia mágico... 7/7/2007...

comemorações várias se anunciam desde há muito e hoje se objectivam, live earth, eleição das "novas" 7 maravilhas do mundo...
para mim foi desde logo um dia diferente e ainda não vamos sequer a meio...
estranhamente acordei às 7.30 da manhã e não consegui dormir nem mais um minuto
está sol, calor, quentinho, anuncia-se um maravilhoso dia de praia
não consigo por titulos nos post...
vou até mação ao aniversário da avó maria, 80 anos parece-me suficientemente mágico ;)
a companhia neste dia será a sue e é sempre mágico quando estamos juntas
e ainda antecipo um mergulho no oceano... o atlântico, lá mais para o fim da tarde...

sexta-feira, julho 06, 2007

surpresa!!!

repararam na novidade ali do cantinho??? mesmo que não tenham reparado, decerto se aperceberam que agora quando abrem esta pagina ouvem uma músiquinha... a música vem directamente das coisas do fernanDINHO! convidado especial, a partir de ontem, para escolher a música que vai entoar cada vez que visitarem o blog! não tem periodicidade certa, a música muda cada vez que lhe apetecer, a ele e a mim. como ele passa a vida a dar-me música, o meu private rui costinha musical :), achei que podia fazer o mesmo por vocês! mesmo que o queiram contratar, podem tirar daí o sentido... a claúsula de rescisão é altissima, apesar da idade os "ruis costa" continuam a ter muito valor no mercado!!! :D
não conheço muito do fernanDinho... (só conheço o que ele permitiu que conhece-se :), mas passa-se o mesmo em relação a todos os meus amigos)
sei que é portista (não podemos discutir futebol!), não gosta de ouvir falar em sushi (outra coisa que não podemos discutir!), tem muitos amigos (mais uma!), é boa pessoa (isso é indiscutível), tem a mania das distâncias(discutível, mas nem vale a pena ir por aí), em breve vai ganhar asas (como os jovens do millenium ou então anda a beber red bull a mais) , gosta de segredos (mas disso não vou falar, é segredo!) e gosta de música... e eu também gosto!
benvindo e fica enquanto tiveres vontade!

quarta-feira, julho 04, 2007

são uns visionários...

opinião do Ricardo Araújo Pereira sobre o equipamento alternativo do glorioso...



sobre o novo equipamento alternativo do benfica tenho a dizer que foi um golpe de génio por parte do nosso departamento de markting. ora vejamos:
- cada vez há mais mulheres nos estádios de futebol, mais camisolas vendidas
- os bilhetes de época das mulheres deste ano baixaram de preço
- o cor de rosinha está na moda
- o rui costa surgiu no primeiro dia da pré-época, no centro de estágios do seixal, com uma bela t-shirt rosa choque, em antecipação, para dar mais credibilidade ao equipamento alternativo
- o petit foi um dos jogadores escolhidos para envergar o novo equipamento, com aquela cara ninguém tem dúvidas... se há coisa que ele não tem é falta de virilidade!

sugestão:
bom, bom era colocarem à venda uma versão da camisola alternativa mais cintada, com um decote generoso, em tamanho XS e S... a loja da adidas ia começar a parecer a zara em época de saldos!

terça-feira, julho 03, 2007

rio de janeiro...

... a dezembro!
felizmente consigo rir em todos os meses do ano, nos 365 dias e mais que uma vez por dia... rio muito, por tudo e por nada!
e por isso parece-me que é uma falha crucial no meu roteiro turistico mundial, nunca ter estado no rio de janeiro!
esta falha vai ser colmatada! se tudo correr bem (só pode correr bem!) em janeiro, a sue está convocada...





será em janeiro...
e até lá rio me lembrando das memórias de um futuro
que está logo ali!
nota: ler com sotaque docinho

genial

das coisas finitas, fazer amor é a melhor...


porque não se lhe conhecem contra-indicações

segunda-feira, julho 02, 2007

memórias da colónia... do que fui... do que sou...

há 5 anos esta era uma experiência (única) que encerrava um ciclo, o ano de estágio... quando na reunião final com todos os miúdos me perguntaram o que é que tinha significado para mim... tentei explicar, mas as palavras eram poucas e as emoções mais que muitas a saltar da garganta e junto com a voz que teimava em não sair da garganta saltaram as lágrimas à toa... a mim aos miúdos e alguns outros adultos bem habituados a estas lides... consegui a agradecer aos miúdos o tudo que me deixaram aprender com eles e aos crescidos o tudo que me ensinaram!
à saida um dos meus meninos disse-me: não chores, tu para o ano voltas para a casa da praia, não voltas? disse-lhe que sim, a certeza na voz e dentro do coração contrariava o que sabia na cabeça, não era suposto voltar, acabava ali! mas não acabou e no ano seguinte voltei só para visitar e fui ficando sabe-me sempre tão bem o tempo passado ali, em almoçageme :)

depois de um interregno forçado porque teve mesmo que ser, voltei outra vez este ano, porque houve um jantar onde se arranjou o dinheiro necessário para continuar a proporcionar este momento a estas crianças (obrigado a todos os que lá estiveram e aos que colaboraram! sem vocês não tinha sido possivel.)
... e porque me ofereci para o caso de ser preciso.

ainda em lisboa enquanto nos preparavamos para sair fui reconhecendo algumas caras sem ter uma razão lógica para isso, mas alguns eram mesmo meninos que conheci no outro tempo em que a casa foi também minha e que agora tinham crescido, outros eram irmãos dos meus meninos que frequentam actualmente a casa da praia, uma familiaridade estranha mas boa... saudades de todos! eu estou bem e vocês???

não há amor como o primeiro, verdade?!? e neste caso foi isso mesmo que aconteceu... o primeiro menino que contactei mais de perto, porque chegou atrasado... foi o que apelidei de rui costa do atlético, que não queria que lhe tirasse fotos porque ele era feio (só tiro fotos a pessoas feias, porque é que achas que tiro fotos a mim própria), que me chamava chata (e fui mesmo!), mas que nas caminhadas procurava a minha mão e que me fazia perguntas das quais já sabia a resposta (posso partir aquele bocado do muro? posso arrancar aquele arbusto? ao que eu lhe respondia: porque que é me fazes cuja resposta sabes de antemão que é a mesma que se me perguntasses, posso espetar garfos nos olhos ou uma faca nos rins? e ele ria, ria e não voltava a perguntar... ganhou-me quando não aceitou comer um gelado porque seria o segundo do dia, por isso não tinha necessidade!

na generalidade os miudos aceitaram bem a presença da professora teresa apesar de nunca a terem visto na vida, uns mais curiosos aproximaram-se, outros mais ariscos aproveitaram-se da minha "inocência" e vá de me convidar para ir procurar o cágado do ano passado ao jardim, não duvidei das boas intenções deles, mas devia... regra de todas as colónias até da minha, a do outro tempo, que já não lembrava "é proibido ir para o jardim!" ;)
caras novas, sorrisos novos, a mesma malandrice... à qual consegui dar a volta depois de me ambientar.
mais uma vez me permitiram aprender com eles, me fizeram exercitar a imaginação, me sugaram até ao tutâno e me fizeram amar cada segundo...

aprendi:
- coisas de dinossauros e ensinei os cuidados que a mães e professoras dos dinossaurozinhos tinham para lhes ensinar a intimidade...
- coisas de toques na bola e ensinei coisas de perigos nos precipicios debaixo da minha asa
- coisas de jogos de escondidas e ensinei coisas de afectos
- coisas de desenhar e de dançar e ensinei coisas de tempos que se têm que dar
- coisas de ouvir e estar atenta e ensinei caminhos
- coisas de sentir e ensinei a pensar em alternativas
- coisas que não se sabe que não se pode fazer porque não estão nas regras e ensinei a trabalhar em equipa
- muitas mais coisas do que consegui ensinar certamente...

e também houve os momentos dos adultos pela noite dentro entre os queijos e o copo de vinho, as conversas e as canções, as recordações dos momentos que ficaram lá atrás, nestas colónias dormimos sempre a correr... e é tão bom!

depois a escalada e os momentos de parar o corpo e contemplar a paisagem, pouco tempo que eles têm sede de viver, de fazer, de ir... e as gaivotas e os castigos justos ou injustos, mas bastante conversados e as pazes e os abraços, as mãos e os colos, os medos e os cansaços, enroscarem-se bem perto porque se sentem seguros... ser para eles o porto de abrigo naquele momento...

as conversas às refeições e noutros momentos, sobre muita coisa ou quase nada, inventar mil maneiras de os fazer comer tomate e sopa e alface e peixe frito e queijo com pão quando afinal o que "eu queria mais na vida era comer queijo sem pão!", ter de dar o exemplo e comer tudinho sem refilar e fazerem-me lembrar que eu era tal e qual assim (sorrir por dentro) e ter uma atitude educativa no que respeita à alimentação, ainda que pouco sentido me faça, mas tem que ser!
(... ainda hoje gosto mais de queijo sem pão, não gosto assim tanto de sopa, verduras poucas e peixe frito com arroz de tomate, blgrrr)

amei cada segundo, foi muito intenso e mais uma vez me marcou fundo no coração e no corpo, que vim cheinha de nódoas negras e arranhões, bons... de lembrar que cada momento vai ficar na minha pele feito tatuagem!




... se a minha mãe me visse diria: "isso não são pernas que uma menina possa mostrar!" deve ser por isso que prefiro usar calças ;)



quando eu morrer voltarei para buscar os instantes que nao vivi junto do mar...

sophya de mello breyner andersen

... e em almoçageme :)

eu

domingo, julho 01, 2007

já imaginou a vida sem sorriso?

esta é a pergunta que, este fim de semana, tem pautado os intervalos de uma estação de televisão e que me fez pensar...

não, nunca...

o sorriso é-me fundamental e encerra em si mesmo funções e formas tão diversas quanto todos os meus estados de espiríto!

estudei que é um reflexo do recém-nascido que tem como função cativar o cuidador, uma poderosa arma de socialização desde o primeiro choro e ao longo da vida...

e concordo...

gosto de sorrisos...
do sorriso das pessoas que se cruzam comigo e mesmo do das que não se cruzam
do sorriso sincero, franco e aberto
do sorriso tímido, envergonhado
do sorriso triste que mesmo assim rompe na face
do sorriso que se esconde por trás de algo
dos sorrisos familares
dos olhos que acompanham a boca que sorri
do sorriso com o corpo todo
dos sorrisos que conheço e dos que antecipo
do sorriso que não pode deixar de ser
do sorriso "against all odds"
do sorriso improvável, impossível
do sorriso eterno, permanente
de todas as formas e conteúdos do sorriso
do sorriso significado e do significante
gosto até do sorriso sarcástico
do sorriso descarado, sem-vergonha
gosto do teu sorriso
gosto do meu sorriso e do que posso fazer com ele

:)