domingo, novembro 30, 2008

o gato que há em mim...

pois que um dos sketches de hoje me fez lembrar as figuras que faço na porta da escola com os meus putos... há alturas em que me comporto tal qual eles, o que não é necessariamente mau. isto de ser benfiquista, assim mesmo, cá do fundo dá nestas coisas! sim foi mesmo o dos pois perdemos por 5 e o teu clube por quantos é que perdeu... fui apanhada de surpresa no dia anterior nem me apercebi que havia jogo e vá de entrar na discussão com os putos! discussão bem imatura por sinal, mas ainda revisitei um bocadito da história do futebol, argumentando da grandeza do clube do meu coração... por acaso este ano até posso puxar dos galões além de que sou muito mais convincente do que qualquer um deles e eles confiam muito em mim... basta-me dizer pensa lá bem se o que estás a dizer não é uma grande asneira e semeio a dúvida... afinal a professora sou eu!!! mas sim fiz uma figura bem ridícula felizmente isso não é coisa que me tire o sono. todos os meus problemas fossem esses ;D

sexta-feira, novembro 28, 2008

«Mar sonoro, mar sem fundo, mar sem fim.
A tua beleza aumenta quando estamos sós
E tão fundo intimamente a tua voz
Segue o mais secreto bailar do meu sonho.
Que momentos há em que eu suponho
Seres um milagre criado só para mim.»


Sophia de Mello Breyner Andresen
Dia do Mar, 1947

domingo, novembro 23, 2008

parabéns...

... existe no mundo alguém que para mim é muito especial e que não vejo há mais de 5 anos! dele guardo as memórias do tempo que passámos juntos, tinha-o como um irmão, um miúdo que "adoptei" durante algum tempo. lembro-me do dia em que o conheci, da distância que manteve em oposição a todos os outros. intrigou-me mas conquistou-me, acho que foi "amor à primeira vista" a única vez na vida que me lembro de o ter sentido. tornei-me atenta às suas necessidades, às coisas de um menino de 10 anos que gostava de animais e tinha o sonho de ser veterinário. disse-lhe um dia que se tivesse um irmão mais novo gostava que fosse igualzinho e ele e não mentia! (hoje penso que se um dia for mãe gostava de ter com o meu rebento uma relação tão especial como a nossa, foi um bom treino, nas coisas boas e nas mais complicadas) tinha o dom de se zangar comigo quando estava zangado com o mundo talvez pela certeza que eu voltava... também tinha o dom de me deixar deliciada com a sua maneira de ser e de estar! eu relegava a minhas coisas para outro plano quando ele me pedia com todo o cuidado para o levar aqui ou ali, pois confiava que estaria sempre pronta para corresponder aos seus pedidos que eram sempre cheios de significado e sentimentos.
guardo até hoje a moldura com a sua fotografia feita por si que um dia quis oferecer-me... fiquei contente com a atenção! mais tarde contaram-me que aquele era o presente era destinado a outro alguém mas preferiu oferece-lo a mim...
fez ontem 18 anos... continuo a desejar do fundo do coração que todos os teus desejos se realizem e que sejas muito feliz!

sábado, novembro 22, 2008

somewhere over the rainbow...

lembram-se desta música? hoje acordei e pensei na letra e não sei porquê encaixou no meu estado de espírito do dia... leve, esperançado, sentido, simples...
fui ao you tube e encontrei versões de vários cantores da mesma letra e qualquer que seja a voz a música transmite sempre bons sentimentos limpinhos, sem espinhas, nem senãos, nem cuidados, nem porquês! sentimentos simples sentidos e passados para a vida, sem pensar demais, nem antecipar coisas que podem nunca vir a acontecer, nem ter medos infundados de ariscar...
mas se nos lembrar-mos do filme com que nos brindaram em vários natais havia a dorothy e o cão totó que foram sugados para um mundo mágico onde encontraram o espantalho que procurava por um cérebro, o homem de lata que ansiava por um coração e o Leão que desejava ser corajoso, ou seja, os quatro companheiros de viagem com os seus medos e imperfeições complementavam-se e tornavam-se Um forte e completo...
uma bela equipa... não devemos aspirar a ser iguais, poderá ser melhor juntarmos-nos as pessoas que nos complementem, compensem os nossos defeitos e optimizem as nossas qualidades!
também mesmo agora me veio à lembrança que por pior que as coisas possam parecer temos sempre a certeza que estamos sempre ali sob o arco-íris e por isso há sempre novas luzes que podem brilhar, não vale é estar distraído, ocupado a olhar para o lado e perder a oportunidade de a agarrar... mas se por acaso isso suceder há sempre mais luzes espalhadas por aí... afinal continuamos no mesmo sítio, logo ali debaixo do arco-íris ;)

P.S. obrigada às meninas pelo jantar de ontem e por todos os dias, que convosco passam mais fluídos... a sónia pela força coragem e determinação e já agora porque me convidou, a minha piquena maravilha porque és mesmo assim e a doce ana...

quinta-feira, novembro 20, 2008

hoje é o dia mundial do beijinho...

não sei quem é que decreta os dias mundiais, mas há dias mundiais para tanta coisa porque não existir o dia mundial do beijinho, era só mais um e como disse isso de maneira tão credível, isto porque beijinhos são coisas que levo muito a sério, decretei o seu dia mundial e pegou pelo menos ali nas pessoas que me estavam mais próximas... engraçado que nos cruzamos todos os dias e uns dão mais beijos que outros mas a pretexto do dia mundial os beijinhos se multiplicaram sem qualquer esforço e quando repus a verdade ninguém mostrou indignação por ter sido enganado ;)
para mim todos os dias são os dias mundiais do beijinhos (pelo menos no meu mundo é mesmo assim e mais nada) e os meus meninos já sabem que disso não escapam, é importante cumprir as regras e esta que foi implementada por mim é uma das principais chegam à escola e beijinhos às professoras, tenho para mim que é uma das coisas que os motiva a vir todos os dias tão cedo para a escola. por terem apreendido esta regra de forma tão rápida mereciam a certificação, mas como isso ainda vai demorar vão distribuindo beijinhos...

é o nosso arco-iris...



... e fico muito contente com isso!
por todo o carinho e atenção que me dispensam, pelo apoio em todas as alturas,
fazem muito pelo meu sorriso...
o arco íris para a equipa e a PJ para os meninos... é bom trabalhar convosco ;)

terça-feira, novembro 18, 2008

logo ali ao lado...

atendo à sugestão de minha clau, homenageando sue e brindando-a com linda música de tony... feliz por não ter colocado canção em loop menina sue???

...

hoje estou com dificuldade em esboçar texto, tem dias que assim é apesar da Maria me ter baptizado nem sempre resulta... mas apetece-me escrever deitar para fora o que não posso, nem quero guardar, na ânsia de disfarçar melhor a tristeza. para nem mais uma vez me fazerem o reparo de que o meu sorriso está diferente, sem nunca me perguntarem o porquê, uma vez que o adivinham...
tenho o defeito de ser por demais transparente ou então o de sorrir demais em alguns momentos, já nem sei... quando as pessoas se habituam a ver um sorriso sempre estampado numa qualquer cara, quando ele se desvanece notam muito mais...
lembro que já me cobraram o sorriso há muito tempo e lembro-me de me ter ficado ofendida, assim como não forço o sorriso quando estou feliz, saí naturalmente, penso que é isso que o torna bonito. quando estou preocupada, apreensiva, triste (de momento nem sequer percebo bem o que eu estou) o sorriso só saí se o forçar e preciso que respeitem os momentos (que são poucos) em que não consigo que ele apareça.
a vida é mesmo assim coisas boas, coisas desagradáveis, coisas filhas da p..., coisas com que aprendemos, coisas que queremos esquecer e momentos e rostos e pessoas e palavras e olhares e cumplicidades e carinhos e rejeições e limites e palavras e... com tudo devo aprender, sentir e digerir da melhor maneira para que o sorriso que tanta gente "cobra" ganhar outra vez o mesmo brilho de sempre.

p.s. obrigada por todos os mimos que me têm dirigido, apesar de algo exagerados... adoro miminhos

o mickey...

faz 80 anos...
está velhinho mas quase nem se nota ;D

segunda-feira, novembro 17, 2008

só isto...

... e outra vez o meu mundo sofreu um terramoto, abanou, tremeu, estilhaçou, no meio da confusão houve espaço para pensar no que é certo, no que é errado e no que fica a meio caminho entre os dois, no que não quero fazer, no que não quero pensar!
ao filtro dos meus olhos, vejo todas as tuas coisas boas, o que conseguiste, o que te empenhaste, a confiança que em pouco tempo conseguiste que todos tivéssemos em ti, construiu-se pelas coisas boas que mostraste e que por isso tens, por isso és! mesmo que me contem sobre as coisas consegues fazer, custa-me acreditar... mas sei-o possível, no entanto para mim vai ser sempre o O. desta escola, que quer e consegue fazer coisas boas e que pode estar sem todas as protecções e abraçar a almofada repousado e descontraído, que se empenha para conseguir o melhor, para dar o melhor de si...
do outro que também és tu pouco conheço e na verdade prefiro assim, não consigo conceber que o meu menino...
vou guardar de ti o sorriso, os beijinhos de todas as manhãs, o dia em que cruzámos o pátio de braço dado para conversar ali no banco em frente ao portão... e as tuas palavras...
"professora no meu mundo as coisas são diferentes, das coisas do seu mundo!"
queres que te conte um segredo... queria tanto que assim não fosse!

sábado, novembro 15, 2008

concerto de tony...

seguindo a máxima de borla até injecções nos olhos... lá fomos nós e como antevíamos foi bem divertido e não é que foi mesmo... no antes e no depois conversas de escola e de meninos mais ou menos perdidos, em que acreditamos e que com perseverança e muita, muita convicção vamos acompanhar ao longo deste ano de forma a ajudá-los a ultrapassar esta etapa que para os nossos meninos poderia ser já impossível!
chegadas ao coliseu, logo encontrei uma cara conhecida que já não via há anos no bengaleiro, mais uma conversa e entrámos no coliseu depois da primeira música. estávamos logo ali bem pertinho de tony e sem conhecer as letras lá nos maneámos, antevendo as rimas óbvias, mas não acompanhando como os milhares de fãs que cantavam a plenos pulmões cada palavrita da letra da música. entretanto grupo de seguidores de tony aproximaram-se das meninas para meter conversa, ao fim de algumas tentativas com direito a serenata, lá dançamos umas músicas qual balarico de verão com fãs de tony e amigos pessoais do cantor, envergando fato rídiculo, mas que dançavam muito bem. poucas foram as palavras que trocámos mas os senhores perceberam que não eramos fãs de tony e que seria o primeiro concerto a que assistiamos, informação que confirmámos. até ao fim do concerto ansiámos por uma de duas músicas que tony não chegou a entoar "sabor da traição a dobrar" e "depois de ti" é que essas nós conseguiamos acompanhar, mas ele não quis colaborar com as meninas!!!
no decorrer deu tempo para avistar mikael vestidito de preto e com cinto prateado que brilhava no escuro, também fotografo gamito lá andava captando imagem especial de tony e de fãs atentos, o belo do malato que é mais magro ao vivo do que na televisão contrariando todas as expectativas! às tantas tony anuncia um convidado e essa música nós conheciamos melhor que a generalidade da plateia, toto cotunho foi lá e cantou o italiano vero, lembrando-nos nosso francisco nas noites longas de guitarradas ;) enfim foi uma noite bem passada e vamos repetir mudando o local mantem-se a companhia!

ontem...

dia inesperadamente agitado na escola, quando pensamos que tudo corre sobre rodas, com direito a chatices, imposição de limites e estabelecimento de compromissos apertados com perda de privilégios e que custou um bocadinho, mas vá... depois as amigas que melhor maneira de começar o fim de semana do que encontros sucessivos e combinados ao minuto com amigas, primeiro a sue e o lanche, depois a clau e o sushi, a seguir a sónia e o concerto do tony. é bom estar com pessoas que gostam de nós e das quais nós gostamos demais...
ontem também era o dia do aniversário do meu Tio que já partiu e que me deixou saudades. um exemplo de força , de querer e de vida e modelo para o meu sorriso e de luta contra uma doença que durante 10 anos nos acompanhou e que no final infelizmente nos ganhou. há lutas inglórias!

quinta-feira, novembro 13, 2008

mais horóscopos cheios de sabedoria...


ser Homem é ter dúvidas e mesmo assim continuar a caminhada e,
ao encontrarmos o caminho certo, não devemos ter medo de dar passos errados!!!

pois que é bonito e profundo e é uma lapaliçada do melhor que há...

domingo, novembro 09, 2008

curiosidades de casting...

acabo de ver o dr. house a fazer de bandido estúpido nos 101 dálmatas ;D

sábado, novembro 08, 2008

a turma...

bem que o universo tentou evitar-me uma desilusão, mas como somos teimosas... pimbas lá fomos nós tentar hoje outra vez... que filme tão fraquinho!!!
pois que ontem andamos de cinema em cinema conseguindo chegar em cima da hora às bilheteiras cheias que nem um ovo, acho que à sexta feira à noite lisboa inteira resolveu ir ao cinema, voltamos para casa bem desiludidas por não termos levado avante os nossos intentos... vai daí que hoje nos deslocámos com enorme antecedência às bilheteiras, chegamos à sala de cinema e ao fim de 5 minutos com música ambiente dos abba, a senhora nos veio informar que estávamos na sala errada, sala 1 é diferente de sala vip 1! corremos e chegámos mesmo antes de iniciar o filme. as cadeiras eram bem confortáveis e o filme uma enorme desilusão, os senhores até afloram temas prementes do ensino, tem que se estar bastante atento, mas percebe-se! o problema é que nada é aprofundado. qual bairro problemático, qual situação social difícil, multiculturalidade, pois sim senhor, indisciplina na sala de aula, contem-me histórias, burn out dos professores... vidas difíceis só podem estar a gozar!!! lá consegui não adormecer até ao fim de filme, com dificuldade e sempre com esperança que a coisa ganha-se substância... nicles, nada nadinha, zero, zip, niente!
aconselho vivamente a que nenhum professor vá ver porque em comparação ficará bastante deprimido, com a sua realidade em Portugal!

estas foram as opiniões do críticos... gente experimentada e sabedora de cinema:
“Inteligente e sensível” (Les Inrockuptibles), “Excepcional, Sério, Subtil, Incisivo, Perturbador, Cómico” (Le Monde), “Energia transbordante” (Télérama), “Poderoso e Hipnótico (Libération), “Extrema coerência” (Cahiers du Cinéma) foram algumas das palavras usadas para descrever um filme essencial no debate sobre a educação e a democracia nos dias de hoje.

ontem...

falava com um amigo, sobre gostos... dizendo-lhe que em termos de homens bonitos o brad pitt não era certamente um dos meus eleitos, sou esquisita, mas o facto de ser louro não abona muito a seu favor, falei no clooney que já está mais dentro dos meus parametros de beleza, mas hoje ao visitar um blog amigo, dei de caras com aquele que por tudo considero O homem bonito... acho que para além do óbvio o que o distingue e provavelmente faz com que seja o meu eleito em termos de beleza é o sorriso franco e meio infantil...
ora vejam lá aqui!

quarta-feira, novembro 05, 2008

Yes We Can

segunda-feira, novembro 03, 2008

94 anos

passam hoje desde o dia em que nasceste e desta data nunca me esquecerei!
esqueci já o dia de verão em que te despediste preocupada com quem é que a partir daí cuidaria de nós... cá me tenho arranjado da melhor maneira que sei e posso, mas sempre, sempre com muitas saudades... que fazem parte de mim e ajudam-me a (re)construir-me e a crescer!

sabes hoje na escola vi o "teu" livro com que ocupava o tempo nas longas tardes que passávamos juntas, em que nos entretínhamos uma com a outra só a ver passar o tempo e a fazer companhia uma à outra, o prazer de estar ali... tudo o que ensinaste, a lembrança de Ti foram a herança mais preciosa que me deixaste, permitem-me, hoje e sempre, que nunca me sinta só!

há um ano estava aqui... e custou-me tanto!
mas já passou ;)


"só que uma pessoa que não tem mortos, não tem vivos também"

sussurrou-me ao ouvido, também, no metro António Lobo Antunes

domingo, novembro 02, 2008

deambulações matinais...

pode ser que se torne um hábito a minha caminhada pela baixa ao sábado de manhã, várias são as vantagens: ver gente, fazer algum exercício, dar uma vista de olhos na fnac, entre outras coisas. desta vez fui de metro e no regresso algo prendeu a minha a atenção mesmo ali ao virar de uma esquina, lá estavam elas, enormes fotografias do antónio com frases da sua autoria e isso fez-me reter por momentos e anotar algumas palavras que aqui vos deixo...

"de maneira que de facto o que talvez seja mais diferente aqui é o silêncio,
porque quase não tem sons lá dentro"