sábado, maio 31, 2008

sexta-feira, maio 30, 2008

Philosophiae Naturalis Principia Mathematica

Actioni contrariam semper et aequalem esse reactionem: sine corporum duorum actiones in se mutuo semper esse aequales et in partes contrarias dirigi.

- Sir Isaac Newton, 1687 -

Acções provocam Reacções. Atitudes também.

quinta-feira, maio 29, 2008

conversas de mesa...

durante o almoço e a propósito de umas das muitas conversas, porque ali as conversas são como as cerejas... surge a frase pode ceifar um homem e deixá-lo, quiçá no fundo do poço (mas com muita subtileza)!!!

... a guiar dessa maneira, não te auguro grande futuro!!!

segunda-feira, maio 26, 2008

só mais um esforço...

cá continuo nas minhas actividades de bricoleur... móveis do ikea? prova superada... casa de banho pronta para finalizar a pintura? prova superada... metade da cozinha já tem o primário? prova superada... mas ainda falta escolher as cores para a cozinha!!! desta semana não passa!

a este ritmo, mais uns 15 dias e já deve dar direito a festa de inauguração. e dou este tempo porque uma pessoa tem que continuar a ter vida, trabalhar, cinema, sushi e mais o que apetecer fazer!!!

...

... e o rui costa continua a desejar-me os bons dias sempre que entro ao serviço...
...assim uma pessoa tem muito mais motivação
para se levantar da cama à segunda feira ;)

domingo, maio 25, 2008

Cucurrucucu

Porque um dia o Caetano cantou só para mim...

sábado, maio 24, 2008

dias assim...

... mas vais ser dos últimos... dormir... moveis a chegar... mais um avanço nas pinturas... a casa de banho está quase, quase... montar os moveis... ikea só para trazer as peças que faltam... é imperativo faltar sempre alguma coisa... a festa fica adiada por mais umas horas... o pensamento a rolar longe, da festa e do ikea... mais umas montagens... finalmente uma cama nova, não estava nos planos mas ficou... cansaço... a festa vai ficar para outra altura... cheira-me que vou já estrear a cama... com o pensamento longe do ikea e da festa!!!

quinta-feira, maio 22, 2008

Strange Days...

Esta foi uma semana carregada de acontecimentos estranhos...

Segunda-feira, logo pela manhã, a noticia de que o barco do Maretec tinha afundado (sim, leram bem, afundou) em plena doca de Alcântara. Lá estava o pobre, coberto de água, tudo o que é eléctrico estragado e vá lá que estava preso por um cabo à doca (e que aquilo não é muito fundo!) e portanto ainda se via um bocado...pobrezinho...vai ter que ser todo limpo e vamos lá a ver o quê mais...Qual é a probabilidade disto acontecer? A resposta é: depende...e ficamos assim.

Terça-feira, mais uma aventura a juntar às muitas aventuras por que já passei a fazer trabalho de campo para o Maretec. O local é a bacia do Rio da Cal, algures perto de Óbidos e o dia é de chuva intensa. Não interessa agora como, a chave da nossa pick-up ficou trancada lá dentro. E pela primeira vez na vida, a estupida da porta da caixa fechada, que passa a vida a abrir-se sozinha, especialmente se estivermos em plena auto-estrada, não abria por nada. Ficámos (eu e a Madeleine) literalmente sem carro no meio do nada. Ainda por cima o chefe tinha ido connosco e estava à espera que o fossemos buscar a Óbidos, daí a duas horas.

Primeiro passo, tentar arrombar a porta...nada, impossível. Segundo passo, ligar ao chefe (e fazer figuras de ursas!) e a algum colega (para grande gozo de todo o Maretec) que nos fosse levar a chave suplente...Azar dos azares, a parte de trás não tem chave suplente (ou não tinha porque agora vai passar a ter 10, espalhadas pelo carro!). O chefe diz "ai coitadinhas, estão à chuva...metam-se debaixo do carro." Sim chefe, deitadas na lama será bem mais confortável...Felizmente a parte da frente estava aberta, só não tinhamos chave para sair dali.

Ok, resta-nos ligar para a Toyota a pedir que nos venham abrir a porta (figura de ursas parte II). Resposta deles: a Toyota não vai aos carros, os carros vem à Toyota. Muito bem, liga-se para a assistência em viagem. Explicar o problema: figura de ursa parte III. Lá dizem que vão mandar um reboque. Liga o senhor da oficina local a perguntar o que se passava com o carro (figura de ursas parte IV). Lá vai mandar o reboque. Explicar ao senhor do reboque como chegar até nós. Quer a coordenada, perguntamos? Eu lá tenho GPS, responde ele. Depois de uns 10 telefonemas lá conseguimos que ele chegue ao meio do nada, cheio de medo de atolar o reboque.

Somos rebocadas para a Toyota de Óbidos. Reunião de emergência de uns 4 mecânicos, que não fazem puto ideia como vão abrir a porta. A fechadura desmonta-se por dentro, o vidro desmonta-se por dentro. Nada que um ladrão de automóveis não resolvesse num instante! Lá tentaram com um arame, mas a sacana da porta estava mesmo bem fechada. Surge a ideia de partir o vidro. Completamente fora de questão. O vidro da parte de trás destas pick-ups fechadas é feito por medida e conseguir outro é, além de caro, um verdadeiro inferno (já experimentado por mim numa prévia aventura ao serviço do Maretec). Entretanto lá há um senhor que se lembra de uma solução que não implica partir nada: desmontar o pára-choques traseiro para descer a porta. É essa mesma a solução, porém há um problema, a Toyota (que fica no meio do nada) fecha para o almoço (e ainda estranham que eu nao goste de sair de Lisboa), por isso só o fazem da parte da tarde.

E lá ficamos as duas, no meio de outro nada, à beira de uma estrada nacional. A solução é andar por ela fora até encontrar um sitio qualquer para comer (o pequeno almoço já tinha sido antes das 8h da manhã). E aí vão elas, à chuva, estrada fora. A placa dizia Óbidos 3km, portanto seria o máximo que teriamos que andar. Mais ou menos 1 km à frente, lá encontramos uma bomba de gasolina que servia refeições num cantinho entalado entre a venda de combustiveis e os WCs/escritórios. Não estavamos em condições de ser esquisitas e, sendo sitio de paragem de gente de trabalho, até se comeu bem!

Caminhada de volta à Toyota e às 16h o nosso carro estava finalmente pronto. Agora só faltava fazer todo o trabalho de campo (sim, porque isto aconteceu no primeiro ponto, logo às 10h da manhã, e o nosso lema no Maretec é "the job always gets done"), ir buscar o chefe e regressar a Lisboa. Cansadas, exaustas, mortas...ai que bem que ia dormir...caí na cama e adormeci a rir (sim, que a mim o absurdo faz-me rir).

Quarta-feira, mais um dia de trabalho de campo, desta vez no Escaroupim (Michelle, desta vez ficou bem escrito?!). E quem trabalha no Maretec e conhece a empresa que nos montou a boia e seu funcionário maravilha ao qual gostamos de chamar, carinhosamente, Garden Flower, the Human Probe, sabe que estas campanhas sao prolíferas em stresses anedóticos em que somos constantemente confrontados com tudo aquilo que não estamos à espera. E mais uma vez assim foi, não desiludiu.

O que vale é que já estamos preparados para tudo e a coisa até que correu bem. No caminho ainda conseguimos ser brindados com um carro que ia a andar muito devagarinho porque, digamos, aquilo que parecia ser uma gaja que não sabia conduzir era na realidade um casal em pleno acto sexual. Ele há gente para tudo. Depois estranham que haja tanto acidente na A1. Enfim. Pelo menos iam na faixa da direita e os camionistas estavam a adorar.

Hoje felizmente é feriado e posso descansar destas emoções todas.
E amanhã, pelo sim, pelo não, o melhor é ficar em casa!!!

Como é que era?...

"O Passado mostra que o Presente não tem Futuro"
Para debater amanhã à hora de jantar ;)
(Brainstorming by Té and Sue)

terça-feira, maio 20, 2008

segunda-feira, maio 19, 2008

Boleia precisa-se...

...para aqui!

sexta-feira, maio 16, 2008

entre-miada*


ontem teve lugar mais um jantar anual de angariação de fundos em favor da casa da praia, foi muito divertido (acho que o vinho tinto me ajudou neste ponto), mas quando se está entre amigos a coisa acontece sem grande esforço.
e é para agradecer a quem tem estado comigo nestes momentos que serve este post...
a casa da praia foi um dos sonhos realizados da vida de um Homem extraordinário e depois de mais de 30 anos está vivo e recomenda-se. embora, por vezes com algumas dificuldade (financeiras é bom de ver) no que respeita a situações sinalizadas e equipa técnica não parece haver grandes problemas...
esse sonho é hoje mantido por pessoas que directa ou indirectamente (como é o meu caso) conheceram esse homem e sente a (quase) obrigação de o manter vivo pelas mais diferentes razões.

eu faço a minha parte e dou a minha contribuição das mais variadas maneira... porque tem todo o sentido, no que depender de mim o sonho vai manter-se... para sempre!!!


porque há sonhos que devemos arriscar sonhar...



obrigada mais uma vez a todos os que ontem sonharam comigo ;)

e palmas para a mãe do tiago clap, clap, clap!


* o titulo é da sue tem direitos de autor


P.S. sue afinal tinhas razão, foi por causa de um homem que troquei biologia marinha por psicologia, o nome dele é joão dos santos


quarta-feira, maio 14, 2008

brilhante...

estou a (re)ver a "sex and the city - complete series)
a última cena da 2ª série é elucidativa das relações homem/mulher...

big: i don't get you...
carrie: and you never did!!!

quinta-feira, maio 08, 2008

quarta-feira, maio 07, 2008

Miss Atchoo...

Como é que coisas tão pequeninas como isto:

e isto:

conseguem fazer tanta confusão ao

de uma pessoa?? (que nariz feio... o meu é mais giro, mas não há fotos :P)

Só me resta dizer ATCHOOOOOOOOOO!

Jarbas Delcanton

Ora aqui está mais um nome digno de comentários.
De facto acho que há pessoas com muita sorte na vida, senão vejam. Este senhor (que suponho ser médico) conseguiu ter no seu cartão de visita (e placa à entrada de um prédio) um nome de mordomo/choffeur e o apelido igual (ok... é só parecido) a uma mega loja de produtos desportivos.
Este senhor deve estar rico! Isto porque seguramente deve cobrar direitos de autor. E faz ele muito bem, na minha modesta opinião.
Não é qualquer um que se pode orgulhar de um nome tão pomposo, um mordomo/choffeur desportivo.

De facto há pessoas com sorte... :)

terça-feira, maio 06, 2008

uma mão contra a exclusão...

Os alunos do PIEF (Programa Integrado de Educação e Formação), estão a desenvolver um projecto denominado "Uma mão contra a Exclusão". É uma acção que decorre a nível nacional e envolve todos os PIEF's do país. Após muitas fotos tiradas, encontrámos as 10 finalistas. Após consultarem todas as fotos em www.turmapiefbpc.blogspot.com , deixem o vosso comentário na foto que preferem. A foto vencedora irá representar o PIEF do Bairro Padre Cruz.

Obrigado pela ajuda

vão lá votar que as fotos estão bem giras e os miúdos que as tiraram são excepcionais, mesmo que eles não queiram vão ficar para sempre no meu coração...

segunda-feira, maio 05, 2008

Antoine de Saint-Exupéry


Do primeiro amor gosta-se mais, dos outros gosta-se melhor...

domingo, maio 04, 2008

problema de expressão...


fábio coentrão é talvez o mais digno sucessor do ex-capitão do fcp, joão pinto, no entanto ainda é cedo para ainda é cedo para fazer prognóstico, isso só no fim da sua carreira... mas fica aqui a frase que ele soltou ontem depois de ter feito 2 golos maravilhosos no estádio do dragão, para fechar os jogos em casa dos azuis em beleza ;)

Chegar aqui e espetar três não é fácil!!!



tenho ideia que espetar três não é fácil em lado nenhum mas isto pode ser uma coisa minha porque o rapaz ainda é novo...

sábado, maio 03, 2008

Afinal há dias com mais de 24h...

A Última Cartada
13h10 / 15h50 / 18h40 / 21h30 / 24h15

Homem de Ferro
13h00 / 15h40 / 18h30 / 21h20 / 24h10