segunda-feira, maio 31, 2010

afinal...

as miúdas também confiam em mim... se forem um bocado marias rapaz!!!

hoje...

o dia correu certinho como o relógio... muita coisa muito diferente para fazer, logo desde cedo, sem nenhum atraso, a depender de mim e a cumprir horários (houve um que falhou mas menos de 15 min), uma maravilha pudessem todos os dias ser assim e tinha tempo para dizer bom dia ainda mais vezes!!!

domingo, maio 30, 2010

...

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Augusto Cury

domingo de sol...

estou oficialmente triste mas passa... das outras vezes passou sempre!
logo nada melhor que arrumações e limpezas!!!
quando parece que estamos arrumados por dentro (e neste momento estou um bocadinho longe disso), nada melhor que arrumar por fora! sempre me disseram isso, eu é que nunca quis acreditar, tanta coisa para mandar fora!
será que é desta que a casa fica a parecer uma CASA???

ainda o palma...

e mais uma das minhas preferidas, esta a dividir com um grande amigo "de infância"!!!



Search Video Codes

saudades dr. pinheiro da cruz!!!

sábado, maio 29, 2010

brincar às escondidas

há um tempo... aprendi a fazer crocodilos de missangas com um professor com paciência de santo, que me disse algures no meio que era boa aluna e "gosto de ti" respondi-lhe que também gostava dele senão não estaria ali a aprender com ele (maravilhoso como os putos sabe que uma pessoa aprende mais facilmente se gostar de quem o está a ensinar) e como descobriu sózinho sem ninguém lhe explicar que o segredo de uma relação seja de que natureza for, está em ser directo e não esconder os sentimentos... existiram momentos em que quase nos zangámos conversamos enquanto pacientemente me explicava primeiro 1, depois 2 em cima e 2 em baixo, isto é como costurar, disse-me que tinha aprendido sózinho, eu disse-lhe que aprendi a costurar a observar a minha avó mas que me chateava o facto dela nunca me deixar mexer na máquina e continuamos a conversar e ele disse que não se lembrava de como me tinha conhecido, sorte a dele que eu me lembrava de cada momento e não precisei de avançar para além da terceira vez que nos cruzamos, acreditou logo que o lugar dele em mim está guardado. por essa sucessão de acontecimentos é que pedi para trabalhar contigo, é que eu escolhi-te e tu escolheste-me a mim, na verdade foi por interesse eu sabia que me podias ensinar a fazer coisas que eu não sei. mais à frente fizemos um intervalo combinámos voltar a encontrar-nos em 10 min, ele foi fazer as coisas dele e eu as minhas. mas por falta de confiança e sem combinar, acabámos por jogar às escondidas, eu encontrei-o e ele desapareceu. resolvi que o melhor era ir fazer o que tinhamos combinado e enquanto esperava na fila do mini-preço ele encontrou-me. confiou mais ele em mim, que eu nele, inseguranças minhas. quando acabei de fazer o crocodilo que não ficou como ele queria, porque resolvi inventar um bocadinho, disse-lhe não lho dava porque este era para oferecer e ele soube desde logo para quem era! disse-me simplesmente "está bem!" com um sorriso cúmplice. porque se eu já há algum tempo o observava, tb era observada a uma distância segura!
há miúdos que vão lá pelo cheiro, pela intuição. podem não saber ler as letras, mas lêem como ninguém os estados de alma. pode ser que um dia conte mais sobre o que já aprendi com este miúdo maravilhoso! se ele aprendeu alguma coisa comigo, só ele sabe! não lhe vou perguntar, mas tenho esperança que sim!

alice no país das maravilhas ou o refugio nº 2



gostava de o visitar o wonderland da alice...
se calhar já lá estive e nem dei por isso, talvez por distracção!
no ano passado um colega, na escola, disse-me que eu lhe parecia o gato da alice, por causa do sorriso permanente que nunca sabia bem o que queria dizer, eu disse-lhe que a maioria das vezes ali na escola me sentia como o sr. coelho, "estou atrasada, estou atrasada para fazer não sabia bem o quê?". se calhar tenho um bocadinhos dos 2... a grande diferença entre mim e o coelho é que tenho sempre tempo para dizer olá, a minha dificuldade está mais no adeus (ao contrário dele). quanto ao gato, para além do sorriso, (já me disseram que quando tentavam lembrar-se de mim só viam dentes), a maior afinidade que sinto ter com ele é mesmo a capacidade de me tornar invisível, mas o sorriso paira pelos sítios onde passo e permanece... é a minha imagem de marca acho que desde bem pequenina. acho que foi por causa dessa capacidade de me tornar invisível e aparecer nas alturas e locais mais improváveis que o meus putos me apelidaram de PJ. vindo de quem vinha podia ser uma tentativa de ofensa, mas se a intenção inicial era essa esfumou-se, porque nos fartamos de brincar à volta disso e quase sempre quando precisaram, mesmo que não soubessem aqui a PJ aparecia e ajudava-os a resolver.
há muitos coelhos por aí pessoas, que não sabem o que fazer ao tempo, que só contam com elas, logo estão sempre atrasados para alguma coisa, porque na estrada há o trânsito, no trabalho há mais pessoas, na vida existem os sentimentos dos outros e se só contarmos connosco corremos o risco de atropelar quem se cruza no caminho.
tomás tinhas razão se fosse um personagem da história estava definitivamente mais perto do gato!!!
o refugio nº 2 também esteve sempre por perto: a escrita. Há alturas, quando não estou sr. coelho, que o exercito bastante!

foto significativa de mim...



pois é! fui por curiosidade ver como estava retratado o final da estafeta ao blog oficial...
e não é que me encontro por lá, não reparei sequer que tinham tirado fotografia deste momento, mas sou mesmo eu.
tem o sorriso...
o benfas...
o azul... sim porque antes de o laranja ser a minha cor preferida costumavam chamar-me menina azul
o relógio...
um pequeno apontamento de verde (nananananana)
um verdadeiro arco-íris
e joão conseguiste apanhar aquilo que procura em cada dia do meu trabalho, o encantamento pelas coisas mais simples da vida... aquelas que não se compram!
estou maravilhada!

sexta-feira, maio 28, 2010

ontem no rock in rio...

dia de trabalho durinho mas esclarecedor e vamos para o rock in rio que se faz tarde!
mal entrei cruzei-me logo com alguém que não via há anos, cumprimento, estás com quem? manda beijinhos e adeus, estava em trânsito para o palco sunset e para me encontrar com as amigas. o jorge e o zeca ainda não começaram mas eu quero muito ir ver, nós vamos ver xutos! vou com vocês ver onde ficam e volto já, já!
voltei sózinha e quase me desiludi, zeca baleiro bom



e jorge palma bêbado e birrento (não há paciência, mas tive e ainda bem!) até ao ano passado consegui evitar concertos do palma com os copos, que são maravilhosos. quem é que lhe terá dito que ele é um bom artista? ele é bom compositor, bom músico, bom pianista, um poeta, mas muito mau artista. fiquei pelas letras, pelas memórias, pelo meu irmão que aposto que ia adorar aquela dupla improvável ao vivo, pelo zeca e porque sou teimosa! o alinhamento do palma foi atípico, abriu com o anjo mau, depois qualquer coisa de improviso só porque ele gostava e percebeu-se o desentendimento entre a banda e ele, mais à frente encostou-se a nós (pena estar com o copos), deu-nos lume, depois foi a vez do paparazzi (ainda não sei a letra, porque me custa aceitar que ele tenha que se vender e ser artista) mas é bom o poema e é boa a música e imagino que a canção seja o melhor do filme, deve haver quem diga que é a soraia, opiniões!!! já de birra chamou o zeca e fugiu do palco... a seguir era o frágil e ele improvisou no piano durante alguns minutos até que entraram por palco os amigos, o rui (veloso) na guitarra, a lúcia (moniz) no back vocal, o joão (gil) de MC e o palma lá conseguiu largar a birra e (en)cantar finalmente com o frágil, como merecia a assistência desde o inicio do concerto!


é deste jorge que eu gosto, um Músico a transbordar de talento. tive o prazer de assistir ao concerto que está no video e a mais uns quantos na fase sóbria da vida do palma!



depois liguei e lá fui ter com os amigos que certamente gostaram dos xutos (já vi tantas vezes e é sempre diferente e bom... e gosto de palcos secundários, menos apertos!).
conversas e umas fotos para mais tarde recordar!
a foi a vez dos s. p. que ao contrário do que supunha conhecia e bem... quase todas as músicas, o que eu não sabia era que aquelas eram músicas dos snow patrol. foi uma animação... benditas sejam as ondas hertzianas!



depois foi esperar por muse entre as conversas, as fotos, o telefone, a lua cheia, as gargalhadas, podemos encontrar-nos a meio (mas ainda não foi desta) e a procura de um lugar onde se visse melhor, conseguimos a avançar cerca de... 50 cm, que o rock in rio não foi pensado para pessoas que não gostam de apertos. e o cansaço aterrou antes do fim dos muse, logo despedi-me. fui até ao carro sózinha e sem medo, como de costume... se o tivesse comprava um cão e... resolvia... como o liedson!!!

quinta-feira, maio 27, 2010

o meu escritório...

agora que o meu relógio biológico anda certinho que nem um fuso, todas as manhãs vou direita ao meu escritório dizer bom dia ao sol, se s. pedro assim o permitir... deito-me na rede, apanho os primeiros raios de sol (quem não tem cão, caça com gato) para ganhar uma corzinha, olho o rio que todos os dias acorda com tonalidades diferentes, penso em tudo o que está por vir, sonho acordada com tudo o que não tive tempo de sonhar à noite, projecto o meu dia (que não vai ser nunca igual ao que estou ali a pensar), começo a planear como vou ocupar todo o meu tempo livre, sorrio, penso no cacém, nos meus meninos, nos cafés com as amigas, no meu trabalho, nas questões que vão surgindo, nas incertezas do dia a dia e nas incertezas das minhas escolhas... tudo enquanto balanço na rede e o sol me beija a pele...
encontrei o refugio para substituir as saudades que tenho de olhar para o mar e para mergulhar nele. esteve sempre ali tão à mão, eu é que me distraí!!!

terça-feira, maio 25, 2010

estória

o jorge palma contou uma estória que me foi contada a mim por um amigo, sobre uma conversa entre um antropologo e um indio por causa das letras das canções

o antropologo: porque é que as letras das canções na tua tribo são todas sobre a água?

o indio: cantamos sobre o que nos faz mais falta e na tua tribo de que falam as letras das músicas?


este blog é mais ou menos parecido

falo das coisas que me trazem saudades!!!

neste caso, claramente, o jorge palma...

ontem...

foi mais um dia que me mostrou que vale a pena de trabalhar em Equipa!!!
miúdo, família,professores, técnicos, entidades externas (as da lei).
Que se confiarmos no trabalho uns dos outros saímos TODOS a ganhar...

PS. sim nananananana a verde que é a cor da esperança, esperança de ter valido a pena andar a laurear a pevide pelo cacém. porque estar na "tua/nossa" escola não era trabalho, era um enorme prazer!!!

segunda-feira, maio 24, 2010


a ilustração foi tirada deste blog vão espreitar... é demais!!!

sábado, maio 22, 2010

o meu pequeno príncipe...

... hoje faz anos! são 17, está um Homem...
tentei ficar acordada até à meia noite para lhe dar os parabéns mas a idade (e o facto de ultimamente acordar com o sol) já não me permite estas coisas. penso que cheguei a ligar à minha sandrinha, mas já no mundo dos sonhos, ela deve ter percebido!
tem mais ou menos metade da minha idade, o meu pequeno príncipe e uma vida recheada de emoções umas boas outras menos boas e embora, às vezes, o juízo não abunde, tem provado a ele e ao mundo, que está a crescer por dentro, passo a passo e já confia! disse-me um amigo dele que me chamava alma gémea, digo-lhe eu, que o que ele me queria chamar era anjo da guarda. em qualquer dos casos são cargos de grande responsabilidade! eu chamo-lhe filho, o meu "filho às cores", um dos responsáveis por ter adoptado o cacém como minha segunda terra.
o meu filho é leal, com alguma ajuda consegue ter um juízo crítico independente, distinguir o bem do mal, escreve letras e grava músicas, tem talento e espero que algum dia alguém que realmente interesse consiga percebe-lo.
é um diamante em bruto que um sem número de pessoas neste ano e meio têm ajudado a lapidar... mas nasceu com um brilho próprio e vai espalhar magia, porque o sorriso dele ilumina o mundo!
neste dia, este é o meu presente para ti, ainda que não o vás saber...
deixo duas músicas cujas letras me fazem lembrar de ti meu piqueno...

esta mais ao meu gosto...


Search Video Codes


esta mais ao teu gosto...




PARABÉNS MEU DOCE!!!

e parabéns aos teus pais a dona A. e o sr. D.

P.S. depois das dores de cabeças que este menino me deu, já devo estar preparada para ser mãe...

sexta-feira, maio 21, 2010

sejam de onde forem... há coisas que não mudam!

menino - um dia podia levar-me a jantar...
e o que é que gostas de comer para saber onde te levar...
menino - tem uma coisa que eu gosto muito, é carne...
picanha, churrasco?
menino - não é um prato português, tem uma carne mesmo boa, arroz
feijoada, cozido?!?
menino - tem batata frita e ovo assim por cima da carne... ah já sei se chama bitoque!!!

(como é que não me ocorreu antes)

menino - eu costumava andar sempre descalço, consegue correr-se mais depressa
eu- mas pode haver um vidro e cortar os pés e depois fica difícil correr mas eu também ando sempre descalça, em casa!

dia de folga bem comprido...

fui...
dar os parabéns a uma amiga
buscar um chupa-chupa gigante
fazer uma visita guiada a lisboa
combinar coisas para o voluntariado da tarde
até à amadora ver como estava tudo 1800 km depois
almoçar a correr
chegar a horas
perder-me no metro
visitar o jardim zoológico
conversar com um amigo
estender-me na rede no principio de noite enquanto jantava sózinha que também preciso de estar só comigo
falar ao telefone
... e agora é só esperar pela meia noite para dar os parabéns ao meu menino mai lindo
e dormir... que amanhã trabalho

quinta-feira, maio 20, 2010

acordei com o sol!

já não me lembro da última vez que sem o despertador acordei com o sol. hoje aconteceu, sem despertador... dormi bem mas bem, aqueles sonos reparadores, sem ser a correr, mas tenho muitas coisas na cabeça, as saudades, o cacém, as saudades, a serra, as saudades, o rio, as saudades, a família, as saudades, os meus putos, as saudades, os sorrisos, as saudades, as estórias, as saudades, os meus miudos, as saudades, as actividades, as saudades, as casas, as saudades, as colónias, as saudades, o investimento, as saudades, o verão, as saudades...
acho que acordei com o sol para ter mais tempo para me lembrar do passado, para inventar o futuro, para não me esquecer de viver o presente.
um dia acordo com o sol... hoje é o dia!!!

quarta-feira, maio 19, 2010

da rádio para aqui...

o mundo é mesmo uma aldeia!!!

pois é bastam dois dedos de conversa, cruzar um olhar e assim do nada... surgem inúmeras ligações entre pessoas que há 10 minutos nunca se tinham visto na vida e nada o faria prever!!!
:D

sábado, maio 15, 2010

essa máquina que é o cerebro

há muitos, muitos anos, uma verdadeira eternidade, deixei de ver alguém que me era muito caro.
disseram-me na altura que tinha ficado afectado no que respeita à personalidade... para mim até me despedir manteve sempre a mesma, o carinho, o respeito! foi com ele que aprendi o que era fair play no futebol, fanático do FCP (agora já sei que eras) e ligava-me sempre, nas raras vezes em que o benfas ganhava ao clube dele, a dar uns parabéns e nas outras dizia foi um bom jogo (mesmo quando eu sabia perfeitamente que era mentira) é por isso que ainda hoje o porto é o meu segundo clube. também me ajudou a aprender sobre o respeito pelas escolhas dos outros "é gira a tua tatuagem! quando é que fizeste?" e eu contei, soube mais tarde que detestava tatuagens, uma menina como deve ser nunca faria tal coisa... acho que a minha sorte era ser primeiro sobrinha e só depois menina. hoje tenho um toyota e também acho que no fundo bem lá no fundo, essa escolha teve dedo dele. ensinou-me que não se guia com o pé na embraiagem, porque desgasta e a partir desse dia nunca mais, acho que é por isso que não tenho dificuldade em guiar carros de mudanças automáticas, ainda que goste mais dos outros!
hoje lembrei-me de ti, as saudades que tenho tuas tio!

já perdi a conta...

às vezes que tive que dizer "se fosses porco tinhas 4 patas e um nariz cor-de rosa", se fosses burro tinhas 4 patas, um nariz grande, duas orelhas compridas e pelo cinzento!".
haja paciência!

quarta-feira, maio 12, 2010

não olhe para trás...

lembro-me muitas vezes desta letra e do sentido que ela faz para mim nas várias áreas da minha vida...

parece que este papa tb faz milagres...

apesar da minha fé em Deus andar um pouco abalada, facto é que ontem tive a prova que milagres existem. fui ensinada a acreditar na justiça por muito que, às vezes, a ache injusta! ontem talvez pela visita do papa, porque o meu puto merece ou simplesmente porque sim a justiça/juiz acreditou que às vezes deve dar-se segundas oportunidades.
não sei o nome do juiz, mas é um homem digno da profissão que exerce. idade avançada, semblante carregado, tem presença de juiz, daqueles que sabe tudo, mesmo tudo do seu metier e de todos os outros dos quais depende a sua função. agora estou a escrevê-lo, porque estou contente, mas já antes da leitura da sentença, tinha perguntado à advogada como era o trabalho dele e com o que ela me disse, fiquei mais descansada, porque uma pessoa competente, não deixa pontas soltas, leva o seu trabalho a sério, coloca-se em causa e ele o Meritíssimo Juiz fez tudo isto, o meu puto na primeira sessão estava condenado a prisão efectiva, não foi preciso ninguém me dizer percebi no semblante do juiz principal e no desdém com que se dirigiu à assistência, ou seja, a mim e à minha colega. Saímos da sala e a advogada veio dizer-me é um caso perdido. eu e a minha colega pensamos, perdido por 100 perdido por 1000, vamos fazer o nosso trabalho e depois se vê... e fizemos, e na segunda audiência, já éramos mais na assistência, esperei para ser arrolada como testemunha e não fui, mas deixei a minha exposição por escrito (nesse dia comecei a perceber que estava perante um juiz competente), na terceira a nossa equipa compareceu em peso e tive que sair a meio por não conter as lágrimas, dado que já aprendi que no tribunal não se deve chorar. no caminho preparei o meu puto para o pior e descansei, disse-lhe que não se preocupasse porque fosse qual fosse o resultado não íamos desistir dele. ontem, antes da audiência disse à advogada que depois da decisão queríamos interpor recurso. disse ao puto que rezasse porque eu já não me lembrava como é que se fazia (sou uma mentirosa), a mãe do puto rezou e ele acho que também, que nesta altura já só o papa é que lhe podia valer e sorte a dele o sr bento andava por cá. e depois ouvimos a deliberação e olha que o juiz também deve ser católico e nesse momento a justiça divina e a justiça dos homens deram as mãos. não o meu puto não é um coitadinho, desgraçado, que não sabe o que faz, fez mal e tem que pagar por isso. mas como lhe disse o meritíssimo veja lá como é que se comporta daqui para a frente.
o puto ficou sério e demorou até conseguirmos arrancar-lhe um sorriso, de tão baralhado que estava! a ligação da mãe dele a DEUS, a ligação, ainda pouco consolidada, dele à Escola, a competência de uma equipa que não desiste assim às primeiras contrariedades teve efeito e embora as expectativas fossem as piores, o Meritíssimo Juiz conseguiu surpreender-nos a todos!!! obrigada nos ajudar a ter fé na Justiça e na reinserção social, obrigada pela sua competência, obrigada por fazer o seu trabalho de forma tão justa!

segunda-feira, maio 10, 2010

ontem o benfica foi campeão e o meu dia foi inesquecivel...

7 da manhã
alvorada que agora ando com vícios esquisitos, levantar-me cedo ao domingo, facebook e à 9.30 liguei ao meu "filho" para o acordar para ir para escola :D era só para ver se ele se zangava comigo, mas ainda não foi desta! convidei-o para almoçar e a seguir liguei a outro amigo dele para vir também.

tempo morto até à hora combinada
fazer limpezas coisa que detesto, mas quando esperamos ansiosamente qualquer coisa o melhor é ocupar o corpo para a cabeça para não pensar e assim foi! ainda houve tempo para um incidente familiar e provar a mamãe que quando lhe digo "não podes arrumar nada senão deixo de saber onde estão as coisas, sei exactamente o que estou a dizer!" porque o meu caos é bastante organizado e eu possuo o mapa interno para me organizar, não encontrei o cartão do benfica e tb não tinha tempo para pensar nisso naquela altura os meus putos esperavam-me e já estava atrasada... (para não variar :) )

chegada ao cacém
o meu puto saí a mim pensei, não tem muito mas consegue partilhar o pouco que tem, se um dia fizer falta logo se resolve na altura. finalmente estavamos os 4 reunidos e desta vez fomos a um restaurante no cacém (já estou farta do mac donald's)... eu sugeri e tive que defender a minha dama...
sobrinho: "aí acho que a teresa não vai gostar, não é muito bom, tem assim um ambiente em que a teresa não se vai sentir bem"
eu: "mas tem cachupa? isso é que me interessa, quanto ao ambiente... vou com vocês por isso só posso ser bem tratada, eu não sou assim tão sensível como vocês pensam!"

o almoço foi óptimo, o ambiente tranquilo, tudo asseadinho e as saudades que eu tinha de uma cachupa refogada. se não se tem dinheiro para ir a cabo verde, a alternativa é ir até ao cacém e faz lembrar tanto... é por isso que me sinto bem lá!

depois fui dar um beijinho ao dorminhoco, o menino que sabia que eu ía adorar aquele restaurante, eles conhecem-me bem :D e ainda tive tempo para ver o meu "jogador" de futsal preferido com sorriso do tamanho do mundo, que jogava no torneio internacional de domingo à tarde da escolinha, ele é que não me viu a mim, mas deixei-lhe os meus cumprimentos!!!

regresso a lisboa
estádio da luz e problema do cartão resolvido, mandei fazer outro... ainda estive a refilar um bocadito com o sr do benfas que estava no atendimento:
eu:então eu fiz anos e nada de receber a opção de compra dos bilhetinhos, eu tenho cativo mas gostava de ter comprado...
ele - ah suspendemos!
eu- ah é assim suspendem e não avisam, isso não está legal... a pessoa está a contar e depois trocam-lhe as voltas
ele- mas nós podemos fazer isso não temos que avisar
eu - olhe eu também me posso fazer sócia do porto se eles não trocarem as regras a meio do campeonato
ele- não ia conseguir!!! o benfica é de coração
eu- ia ia o sr não me conhece, além disso o benfica é o meu clube, mas a sad é um prestador de serviços e tratar assim os seus clientes não lhes fica nada bem!!!

(NOTA: o sr não sabe mas o FCPorto é o meu segundo clube, sabem o meus inúmeros amigos portistas que me estão sempre a dizer qualquer dia és sócia do porto... é pouco provável mudar de clube, mas já passei 2 épocas sem ir ao estádio e sem ver os jogos do benfas na televisão, quando o tony ganhou o campeonato e foi despedido, foram 2 epocas inteirinhas de zanga, não sei se eles notaram, mas o facto é que nessas épocas não ganharam nada...)

finalmente no estádio

no lugar de sempre (desde há 3 épocas) com a família e o sr da frente que já festeja connosco.
tudo a correr bem aos 3 minutos, golo de cardoso, estádio em delírio, somos campeões. nesta altura, aconteceu outro momento do dia, miúdo invade o campo vai ter com carlos martins que o ignora, os stuards caem-lhe em cima e o david luís apercebe-se da situação e vai acalmar os senhores que estavam a trabalhar, é dia de festa vejam lá se não a estragam (imagino que tenham sido estas as palavras dele). a grandeza dos Homens vê-se nas pequenas coisas e apesar da idade e o david luís é grande! aquele ar de anjinho e a felicidade com que joga a bola apesar do dinheiro que ganha com isso, espero que continues assim, o rui costa já tem substituto à altura, apesar de ser brasileiro, merece-me um respeito quase igual, se alguma vez ele disser que é do benfica desde pequenino, eu já vou acreditar!!!

disse para a minha irmã quero ver daqui a meia hora se continuam a puxar pela equipa desta maneira... logo a aqui comecei a perceber que por falta de sorte tinha um otária do lado direito e outra atrás, com corneta e tudo. depois o golo contra o braga, novo delírio do adepto burro que dá mau nome ao adepto do benfas. pouco tempo depois golo do rio ave, diz a otária de trás "vão para casa" e a otária do lado "para o ano há mais!" viro-me para trás e digo "cala-te estúpida" eu tento ser educada mas na catedral é, tecnicamente, impossível. ainda ouvi uns zumbidos, mas aqueles otários não se informam só tinhamos que fazer 1 pontinho e com o resultado de 1-1 continuavamos campeões. nota mental: a ver se para o ano consigo convencer alguém a comprar o cativo na cadeira de trás para evitar estes confrontos e os comentários parvos! é que agastam-me, só penso tanta gente a querer vir ao jogo que gosta do benfica de coração e são estes ursos que conseguem comprar os bilhetes!
a seguir golo de cardoso ele só precisava de mais um e nós também para a festa ser perfeita...
e foi o final esteve à altura da grandeza do MEU CLUBE DO CORAÇÃO!
para o ano há mais e vou estar no mesmo lugar e o sr da frente também, se tudo correr bem o meu pai e a minha irmã também e pode ficar o miudo do lado.

depois foi só voltar a casa com a tranquilidade de objectivo conseguido, ainda dei umas voltas de carro a fugir do trânsito, para deixar a minha irmã no marquês e fui para casa que a minha vida não é só o Benfica e... gosto pouco de apertos!

PS. o dia podia ter sido perfeito, faltou só um bocadinho assim... mas esteve lá muito, muito perto!

terça-feira, maio 04, 2010

desejo-te as maiores felicidades...

e eu a ti, miúdo, desde o dia em que te conheci... acho que ainda guardo no fundo, bem lá no fundo, na gaveta das minhas recordações cada momento que te dispensei, porque gostava mesmo de te fazer companhia porque sempre foste especial. guardo a ida ao jardim zoológico e a tua tristeza quando o balão voou depois de eu te ter avisado muitas e muitas vezes que o ias perder se continuasses a brincar assim. E o esforço que fiz para não te comprar outro logo a seguir. a minha surpresa quando no dia dos teus anos me disseste que o que querias de prenda era um hamster e o fomos comprar, a tua alegria e a tua certeza que quando fosses grande querias ser veterinário, o carinho com que o cuidavas. o dia em que te levei no jipe do meu pai para o parque do alto de s.joão, com um amigo, te coloquei no meu colo, como o meu pai fazia comigo e te deixei guiar e no final vos pedi para não contarem a ninguém senão iam achar que eu era maluca (e na verdade era, quanta inconsciência). o dia em que me telefonaste, na manhã dos meus anos (depois de uma noite em que pouco dormi) e me pediste para te levar a visitar a tua irmã e quando eu te disse que ia ter contigo depois de almoço me disseste "se quiseres podes vir cá almoçar, hoje são batatinhas!" foi um dos melhores almoços que tive até hoje. e depois no vasco da gama me obrigaste a ir buscar um hamburger porque não eras nenhum macaco para estar a comer e os outros a olhar e eu fui e quando voltei já comias alegremente! (malandro senti-me enganada, mas tb não me custou comer o hamburger e fazia sentido a tua exigência) guardo as vezes que te zangaste comigo porque era eu que estava ali à mão porque não te deixavam fazer isto ou aquilo e como tentava acalmar-te e te dizia do fundo do meu coração, com toda a verdade, que se tivesse um irmão mais novo ia querer que fosse igualzinho a ti. guardo a lembrança de nunca teres pedido nada além da minha companhia, mesmo que soubesses (eu sei que sabias que qualquer coisa que me pedisses eu ia tentar que conseguisses ter). guardo a simplicidade com que colocavas as questões, a honestidade, a justiça nas solicitações, o teu sorriso tímido, a tua alegria perante coisas tão simples, como uma concha. guardo a maturidade com que contavas algumas das tuas vivências e como admirava a tua força, que só alguém muito especial pode ter aos 11/12 anos. guardo a mágoa de não me ter tido a mesma maturidade, no dia em que foste embora e me ter ido despedir de ti... vou-te contar um segredo, durante 5 anos não consegui voltar ao sítio onde te conheci, agora já lá volto de vez em quando! (porque uma das minha colegas de escola foi para lá trabalhar)... de ti também só tenho boas recordações!!!

numa escola ou no mundo, sob o tema professor

durante um processo disciplinar
eu- então e como é que se chama a professora de área de projecto?
ele- (...) bem eu chamo-lhe s'tora
eu- olha eu tb te podia chamar menino, mas desde que sei o teu nome que te chamo afonso e na próxima vez que te vir é assim que te vou chamar!

noutro local que nada tem a ver com escola entre adultos, pelo menos o meu interlocutor é...
ele- tive uma cadeira de psicologia, era uma professora, gostava fiz um trabalho de campo (e explicou a temática e de que maneira foi feito), eram umas aulas interessantes...
eu- como é que se chamava a professora?
ele- (pensou) não me lembro
eu- então não devia ser grande coisa!


Feliz o homem/mulher que deixa um (bom) nome
"Talmude babilónico, Berakhot 17a"

Sei que o meu nome será mais feliz do que eu
Autor: Gogol , Nicolau

...

quantas e quantas vezes queremos educar com base nos nossos sonhos e nas nossas experiências e esquecemos que o objecto da nossa educação tem experiências e sonhos próprios que não coincidem com os nossos. é aí que reside o nosso maior problema enquanto educadores deixar que os educandos cresçam e construam o seu caminho, à maneira deles... disse-me um Professor daqueles raros, com quem ao longo da vida temos a sorte de nos cruzar... que o objectivo de qualquer professor deveria ser, ser suplantado por, pelo um dos seus alunos, e só nesse altura deveria estar apto a ser reconhecido enquanto PROFESSOR. na altura não fez sentido, agora faz. cada vez mais! Professor Coimbra que saudades eu tenho de aprender consigo!!!

segunda-feira, maio 03, 2010

porque ontem foi o dia da mãe...

... e na semana passada a semana da ESMA, aqui fica o meu testemunho

... e também foi o dia da mãe e por isso liguei ao meu "filho" em representação da mãe dele que, infelizmente já não pode falar com ele, só para saber se a minha encomenda estava pronta! e estava... que filhos como ele não falham, nestas coisas... a letra de homenagem à d. Amélia, a mãe que o viu nascer e que o cuidou até "desaparecer", estava concluida! a segunda parte da encomenda não estava, mas a entrega dessa letra não é urgente porque professora é-se a partir do momento em que alguém o reconhece e para o resto da vida, sem urgências nem pressões... apesar de não ter o canudo, sei que no cacém, fui e sou Professora de uma disciplina que não se ensina na universidade... já não estamos na semana da escola, mas permitam-me dizer que o maior valor da ESMA e o segredo daquela escola tão especial, são os Professores (aqueles que aprenderam na universidade e que a cada dia continuam a empenhar-se para ensinar aqueles miudos que ninguém quer) e os funcionários... aquela escola, é para mim a melhor do mundo, pelo valor pessoal e empenho de cada um dos elementos que nela trabalha! um grande bem-haja por serem como são!