sábado, agosto 23, 2008

quem disse que...

... trabalhar por gosto não cansa é, claramente, um intrujão... das duas uma ou não dá o litro quando trabalha ainda que por gosto, ou é patrão e assim sendo finge que trabalha!!!
pois cá estou eu no fim de um dia trabalho, daqueles que gosto mesmo e que não trocava por nada (estou a mentir trocava eu sei que sim, por certas e determinadas situações, coisas ou pessoas, mas isso agora não vem ao caso) completamente estafada mas contente da vida, amanhã (e nos 8 dias que se seguem) tudo começa outra vez ao meio dia e só acabará, with fireworks lá pela meia noite. sim porque comigo é assim something less than fireworks, no can do!!!
mas já há histórias, pessoas e miúdos que vão ficar registados nas linhas do rosto que ainda não tenho!!! (boa genética meus amigos). temos a maria que é uma miúda 5 estrelas e colega de trabalho companhia constante nas pausas de tabaco, almoços, jantares, copos e cantorias de fim de jornada, o francisco que é o melhor patrão do mundo, os vários franciscos, afonsos, diogos, tomases, carolinas, marias, madalenas e beatrizes ou não fosse a actividade na baía de cascais... e tive o martim o miúdo que me prendeu por mais tempo naquele bendito stand, pela simpatia, educação, colaboração (fartou-se de ajudar na limpeza do material) e por ser do sporting :) pois é também há putos fixes do sporting (apesar do péssimo gosto clubistico). foi uma delicia o tempo que passei com o martim enquanto cooperavamos na pintura da t-shirt dele. foi um encontro feliz, mais para mim do que para ele. um puto com sentido de humor apurado, com uma capacidade de estar e de ser ele, apesar da "senhora" ser do benfica e o próprio do sporting!!!
vou dormir a correr para amanhã me cansar mais um pouquinho que o trabalho dignifica o homem, se quem o faz dignificar o trabalho!!!
e se tiverem putos até aos 14 anos que queiram pintar t-shirts à beira mar dirijam-se à praia dos pescadores em cascais que teremos o maior prazer em vos receber!!!
um beijo e um queijo
by the way amanhã xutos

P.S. parece que todo o artista nacional e internacional anda atento à banda sonora do shreck, não é que desta vez foi o abrunhosa que abriu o concerto a cantar o aleluhia, começo a sentir que é uma perseguição... there's something in that song that reminds me of that green monster amazingly unforgetable

Sem comentários: