sexta-feira, agosto 29, 2008

silêncios....

há silêncios tão incómodos, tão cheios de ruído que desejamos ardentemente que aquele alguém os interrompa, só porque se preocupa... o peso de um silêncio assim pode vergar-nos a coluna deixar-nos sem forças, sem vontade e noutras vezes com o coração a mil de cada vez que... silêncio...
o teu silêncio é duro de ouvir e mais duro de sentir, duro como tu, talvez para me endurecer!!!
finalmente quebrou-se o silêncio o que me descansou, amainou a minha ansiedade, fez toda a diferença...
hoje só quero dormir e ter como companhia o som das gotas que vão rolar...
para amanhã renascer como todos os dias... em paz!

Sem comentários: