terça-feira, janeiro 06, 2009

agasta-me quando...

sou "obrigada" a não dizer o que sinto só porque
as coisas acabam sem nem terem bem começado
os medos inibem as vontades
sou levada a jogar aqueles jogos que nada me dizem
o problema não és tu sou eu
o tempo escasseia
não entendo o que correu
não sou eu porque tu podes não merecer
tenho que prender na garganta o que quero que sai
entro em indiferentes porque pode ser que funcione
não me reconheço nas minhas acções
penso demais antes de fazer
escondo o sorriso de ti
escondo o mesmo de mim
não posso ser como sou porque outrem não o merece
é uma verdadeira maçada

Sem comentários: