terça-feira, abril 21, 2009

há coisas fantásticas...

os meus meninos foram convidados para cantar o nosso hino na inauguração da exposição nacional de mascotes piefs, na véspera da actuação não tinhamos certeza de transporte nem tampouco as duas turmas tinham ensaiado em conjunto, por volta das 11 lá chegou a tão desejada confirmação e começou a maratona de ensaios e preparações necessárias, compras para as refeições de todos os "mininos", encomenda do pãozinho do dia que sandes de pão duro ninguém merece, mais morangos que toda a gente gosta e a boa da teresa a arranjá-los às 11.20 da noite... uma animação!
o último ensaio na escola foi levado mais a sério por uns que por outros, mas estava buuuunito!
depois foi dormir a correr, levantar, arranjar as sandochas, rezar para ninguém se atrasar e não é que na hora combinada estavam lá todos... mesmo aqueles que nunca tinham ido a uma visita de estudo e partimos, telefonema de última hora para saber o caminho e chegámos a sarilhos pequenos, depois foi chegar, ver e cantar para pessoas importantes assim os donos dos piefs todos e os nossos meninos foram grandes e cantaram um hino de histórias de meninos que buscam um caminho de sucesso (escolar), em que a escola é abrigo e os faz sonhar. a melodia podia ajudar embalar uma criança e eles cantaram mesmo os mais insuspeitos e tornaram possivel aquele bonito momento... surpreendendo a assistência! o pief é isto ouvi de alguém... e foram convidados para repetir o momento em abrantes e deram-lhes os parabéns e depois fomos para até à porta da escola espairecer. no caminho disse-me o meu cantor de hip hop com faixas gravadas e tudo! aquilo é um hino, não é bem a minha música mas para hino é bem mais bonito que o hino de portugal! e na porta da escola fizeram roda de kuduro e dançaram ao despique e quem ganhasse recebia um chupa chupa enquanto eram observados por outros alunos da escola mas ali quem importava eram mesmo eles enquanto grupo... Prova superada! depois os jogos e enquanto eu explicava que havi muitos, muitos piefs começando pelo conselho de sintra e alargando para o país que ao todo eram 144, recebi o comentário (de um dos meus meninos) é que há cada vez mais bandidos que não querem ir à escola por isso é que são precisos tantos, sorri eu, sorriram eles e sorriram os alunos de outros pief's que se identificaram com a simplicidade da explicação e que aproveitam o facto dos pief's existirem sem se ofenderem... tempo para o almoço piquenic e para os moranguinhos que nos deliciaram e que partilharam sem confusões e antes da partida ainda deu tempo para nova roda de kuduro desta vez cacém/seixal em que o mais importante foi o convivio e ganharam todos os que se juntaram para assistir porque se apoiaram mutuamente... depois a entrada no autocarro e no final disse que não os acompanhava porque o pief da moita era o meu novo local de trabalho e a minha despedida era a razão para a visita de estudo, só para eles conhecerem o meu novo local de trabalho a história até estava a pegar até que um me fez rir à gargalhada quando me disse "não podes mentir assim chegaste no principio do ano e já te ias embora nã nã nã".
não sei se o pief é isto mas se for é muito bom!

não podem fazer o que querem, mas devem querer aquilo que fazem!!!
disse alguém que sabe destas coisas de aprender e ensinar


nota de rodapé: há quem diga que os mininos que cantaram o hino ingénuo e infantil, são bandidos, delinquentes, só fazem porcaria, são preguiçosos, mal educados e só arranjam problemas para eles e para os outros... mas felizmente eu (nós a equipa inteira) não acredito /amos nada nisso!

Sem comentários: