segunda-feira, novembro 17, 2008

só isto...

... e outra vez o meu mundo sofreu um terramoto, abanou, tremeu, estilhaçou, no meio da confusão houve espaço para pensar no que é certo, no que é errado e no que fica a meio caminho entre os dois, no que não quero fazer, no que não quero pensar!
ao filtro dos meus olhos, vejo todas as tuas coisas boas, o que conseguiste, o que te empenhaste, a confiança que em pouco tempo conseguiste que todos tivéssemos em ti, construiu-se pelas coisas boas que mostraste e que por isso tens, por isso és! mesmo que me contem sobre as coisas consegues fazer, custa-me acreditar... mas sei-o possível, no entanto para mim vai ser sempre o O. desta escola, que quer e consegue fazer coisas boas e que pode estar sem todas as protecções e abraçar a almofada repousado e descontraído, que se empenha para conseguir o melhor, para dar o melhor de si...
do outro que também és tu pouco conheço e na verdade prefiro assim, não consigo conceber que o meu menino...
vou guardar de ti o sorriso, os beijinhos de todas as manhãs, o dia em que cruzámos o pátio de braço dado para conversar ali no banco em frente ao portão... e as tuas palavras...
"professora no meu mundo as coisas são diferentes, das coisas do seu mundo!"
queres que te conte um segredo... queria tanto que assim não fosse!

1 comentário:

Anónimo disse...

:)*










nuno