terça-feira, novembro 18, 2008

...

hoje estou com dificuldade em esboçar texto, tem dias que assim é apesar da Maria me ter baptizado nem sempre resulta... mas apetece-me escrever deitar para fora o que não posso, nem quero guardar, na ânsia de disfarçar melhor a tristeza. para nem mais uma vez me fazerem o reparo de que o meu sorriso está diferente, sem nunca me perguntarem o porquê, uma vez que o adivinham...
tenho o defeito de ser por demais transparente ou então o de sorrir demais em alguns momentos, já nem sei... quando as pessoas se habituam a ver um sorriso sempre estampado numa qualquer cara, quando ele se desvanece notam muito mais...
lembro que já me cobraram o sorriso há muito tempo e lembro-me de me ter ficado ofendida, assim como não forço o sorriso quando estou feliz, saí naturalmente, penso que é isso que o torna bonito. quando estou preocupada, apreensiva, triste (de momento nem sequer percebo bem o que eu estou) o sorriso só saí se o forçar e preciso que respeitem os momentos (que são poucos) em que não consigo que ele apareça.
a vida é mesmo assim coisas boas, coisas desagradáveis, coisas filhas da p..., coisas com que aprendemos, coisas que queremos esquecer e momentos e rostos e pessoas e palavras e olhares e cumplicidades e carinhos e rejeições e limites e palavras e... com tudo devo aprender, sentir e digerir da melhor maneira para que o sorriso que tanta gente "cobra" ganhar outra vez o mesmo brilho de sempre.

p.s. obrigada por todos os mimos que me têm dirigido, apesar de algo exagerados... adoro miminhos

1 comentário:

Anónimo disse...

se pudesse cobria-te de beijinhos
como não posso,deixo aqui este 5 (*****)








nuno