quinta-feira, dezembro 06, 2007

anti vírus

os vírus são uma praga que ataca quando menos se espera...
está a pessoa muito descansadinha no seu pc e pimbas é atacada!
ou anda na sua vidinha leve e fresca, fresca e fofa (como o pão de forma) e zás!
ainda por cima tenho para mim que o vírus é um ser indisciplinado que serve para atrapalhar a vida às pessoas, acho que nunca andou na escola...
se vir as coisas pelo prisma do vírus até consigo entender, é mal amado, ninguém o quer e quando o agarram a primeira coisa que a pessoa faz é tentar tratar-lhe da saúde, matá-lo, assassiná-lo destruí-lo.
se formos a ver existem pessoas que vivem à custa dos vírus, são médicos, bioquímicos e farmacêuticos que ganham a vida a tentar descobrir as formas mais eficazes de os aniquilar...
são informáticos que passam vidas a encontrar antídotos
e a população, em geral... há pessoas que ou lhes ligam demais e passam a vida no centro de saúde e urgências de hospitais (cambada de desocupados) e pessoas que lhes ligam de menos e assim mal ou bem vão vivendo e só quando é um vírus mesmo grande, mau e forte se deixam abater...
quanto a mim que sou deste último tipo, o anti vírus vou fazendo o que posso para me esquivar aos que me aparecem à frente e de vez em quando lá calha deixar-me abater. já perdi algumas batalhas, mas nunca, por nunca perderei a guerra...
para isso valho-me dos amigos (Deus lhes dê paciência para me aturar, que católicos que estamos papai ficaria orgulhoso!), das mensagens dos pacotes de açúcar (um dia farei de ti a pessoa mais feliz do mundo) e do meu sorriso que é meu e de muitas mais pessoas certamente...

a propósito soube ontem (obrigada por me teres avisado) que Eugénio de Andrade já um dia cantou um sorriso e o eternizou em palavras... aqui fica!

Creio que foi o sorriso,

O sorriso foi quem abriu a porta.

Era um sorriso com muita luz

lá dentro,

apetecia entrar nele,

tirar a roupa,

ficar nu dentro

daquele sorriso.

Correr, navegar, morrer

naquele sorriso.



este é só um dos múltiplos e variados exemplos de sorrisos que me curam, me dão força e me sustentam... sempre!


2 comentários:

Sue disse...

Há belos dentistas...

Rego disse...

... Esse Sorriso SEMPRE, sem pudor , sem lamentos , sem medos, como se não existisse amanhã. De nada ;-)