o maior medo...

um dia olhar para trás e perceber que deixei passar entre os dedos algo ou alguém, por teimosia ou por distracção, que fazia todo o sentido, que era o próprio sentido...
daí a minha continua dificuldade em fechar portas.
nisso sim, estou IGUAL!!!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

como tu nunca...

cri cri cri foguete...